Grêmio

Tricolor mantém planejamento de anos anteriores

Atletas que precisam recuperar seu futebol são prioridade nas contratações


- Lucas Uebel/Grêmio/divulgação

Porto Alegre - Êm time que se está ganhando não se mexe. Este é um antigo ditado, muito utilizado dentro das quatro linhas, no entanto, o Grêmio procura levar essa filosofia para o lado de fora dos gramados. Nas últimas temporadas, o presidente Romildo Bolzan, em conjunto com o departamento de futebol, liderado por Renato Portaluppi vem mantendo uma filosofia na hora de contratar. O bom e barato é sempre o que o Tricolor procura, ainda mais se o jogador já teve um bom desempenho em outras equipes, mas vem em baixa. Sendo assim, ele pode chegar ao Grêmio por um preço módico e provar seu valor, como foi com Jael, Cortez, Cícero, Maicon, Léo Moura, entre outros que já foram negociados.
Um desses atletas, que já está praticamente fechado com o Grêmio é o volante Rômulo, do Flamengo. O jogador, que já teve grandes momentos atuando pelo Vasco, e foi contratado juntou ao Spartak, da Rússia, atualmente está encostado no elenco carioca. O jogador já está praticamente acertado com o clube gaúcho, que pagará somente metade de seu salário, enquanto os cariocas pagarão a outra parte, em um contrato de empréstimo.
Outro jogador que interessa ao Grêmio é o lateral-esquerdo Emmanuel Mas. O Boca Juniors, da Argentina, ao que tudo indica, recebeu ontem uma proposta da diretoria gremista, que seria de um ano de empréstimo, com opção de compra na próxima temporada. Além disso, o Tricolor também tenta a contratação de Blandi, do também argentino San Lorenzo. Atualmente em baixa, mas com grandes atuações em anos anteriores na Copa Libertadores da América, o atacante interessa ao Grêmio.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...