Grêmio

Um jogo para ficar na história

Após abrir 3 a 0, Grêmio permite virada e entra na zona de rebaixamento do Brasileirão

Créditos: Helena Baségio
VIRADA: Jean Pyerre marcou pelo Grêmio, mas o Fluminense levou a melhor em partida incrível - Lucas Uebel/divulgação

Porto Alegre - Grêmio e Fluminense protagonizaram um dos confrontos mais malucos dos últimos tempos. Na noite de ontem, na Arena, o Grêmio abriu grande vantagem no marcador, mas permitiu a reação dos cariocas, que venceram por 5 a 4. Com o tropeço, o Tricolor gaúcho está no Z-4, com apenas um ponto somado.

Na quarta-feira, o time de Renato Portaluppi volta a campo para o jogo decisivo contra o Universidad Católica, pela Libertadores da América. O jogo ocorre em Porto Alegre, a partir das 19h15min.

 

O jogo

Parecia que seria um passeio gremista sobre o Fluminense. Dono das ações, o Grêmio dominava o Fluminense e abriu 3 a 0. Aos cinco, com ajuda do VAR, em gol marcado por André. Aos 12, quando Everton aumentou para 2 a 0. E aos 21, com um belíssimo gol de Jean Pyerre.

O que parecia impossível, no entanto, começou a ocorrer a partir dos 38 minutos, em dois vacilos gremistas. No primeiro, Yony González descontou. Dois minutos após, Júlio César tentou sair driblando, perdeu para Luciano, que só teve o trabalho de tocar para as redes.

Animado pela reação, o Flu voltou com tudo no segundo tempo e, de cara, exigiu três grandes defesas do goleiro gremista. Aos nove, porém, Júlio não conseguiu evitar o empate do time carioca, em gol de Matheus Ferraz. E tinha mais. Aos 23, Kannemann cometeu penalidade máxima em Ferraz. Aos 26, Pedro converteu e virou o marcador.

O mesmo Kannemann se recuperou aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio de Luan, o zagueirão empatou. No minuto seguinte, Rodolfo evitou o quinto gol gremista, ao defender conclusão de Luan. Aos 42 e aos 43, Marinho e André perderam chances.

Mas no jogo mais louco dos últimos tempos, quem voltou a marcar foi o Fluminense. Aos 46, Yony González fez o quinto do Tricolor carioca, decretando uma vitória histórica do Flu.

Grêmio e Fluminense protagonizaram um dos confrontos mais malucos dos últimos tempos. Na noite de ontem, na Arena, o Grêmio abriu grande vantagem no marcador, mas permitiu a reação dos cariocas, que venceram por 5 a 4. Com o tropeço, o Tricolor gaúcho está no Z-4, com apenas um ponto somado.

Na quarta-feira, o time de Renato Portaluppi volta a campo para o jogo decisivo contra o Universidad Católica, pela Libertadores da América. O jogo ocorre em Porto Alegre, a partir das 19h15min.

 

O jogo

Parecia que seria um passeio gremista sobre o Fluminense. Dono das ações, o Grêmio dominava o Fluminense e abriu 3 a 0. Aos cinco, com ajuda do VAR, em gol marcado por André. Aos 12, quando Everton aumentou para 2 a 0. E aos 21, com um belíssimo gol de Jean Pyerre.

O que parecia impossível, no entanto, começou a ocorrer a partir dos 38 minutos, em dois vacilos gremistas. No primeiro, Yony González descontou. Dois minutos após, Júlio César tentou sair driblando, perdeu para Luciano, que só teve o trabalho de tocar para as redes.

Animado pela reação, o Flu voltou com tudo no segundo tempo e, de cara, exigiu três grandes defesas do goleiro gremista. Aos nove, porém, Júlio não conseguiu evitar o empate do time carioca, em gol de Matheus Ferraz. E tinha mais. Aos 23, Kannemann cometeu penalidade máxima em Ferraz. Aos 26, Pedro converteu e virou o marcador.

O mesmo Kannemann se recuperou aos 38 minutos. Após cobrança de escanteio de Luan, o zagueirão empatou. No minuto seguinte, Rodolfo evitou o quinto gol gremista, ao defender conclusão de Luan. Aos 42 e aos 43, Marinho e André perderam chances.

Mas no jogo mais louco dos últimos tempos, quem voltou a marcar foi o Fluminense. Aos 46, Yony González fez o quinto do Tricolor carioca, decretando uma vitória histórica do Flu.

Comments

SEE ALSO ...