Inter

Derrota no Gre-Nal acaba com sequência de vitórias do Inter

Mesmo com o resultado negativo, equipe acredita em manter a confiança após perder clássico

Créditos: Guilherme Rossini
REFERÊNCIA: Uendel foi o único titular do Inter que já tinha disputado um Gre-Nal - Ricardo Duarte/Inter/divulgação

Porto Alegre - Foram sete jogos e sete vitórias Coloradas desde o dia 4 de fevereiro. Porém, a derrota no clássico Gre-Nal acabou com a ótima sequência da equipe de Odair Hellmann. Com a partida entre reservas dos dois times, e a falta de relevância do jogo, a vitória do Tricolor não abalou em nenhum momento a confiança do Internacional. Apesar de não ganhar um jogo há cinco anos na Arena do Grêmio, o time possivelmente terá as finais do Campeonato Gaúcho para quebrar este pequeno tabu.


Após a derrota por 1 a 0 para o maior rival, a comissão técnica colorada entende que o futebol apresentado na casa do adversário mostrou a maturidade do grupo de jogadores. Segundo integrantes da comissão, mesmo com a expulsão de Nonato, ainda no primeiro tempo, que obrigou o Inter a jogar mais de 60 minutos com um jogador a menos, o jogo feito contra um time como o Grêmio, que está há muito tempo junto, fez a equipe crescer. "Jogar Gre-Nal na casa do adversário, com um time que joga da mesma forma há muito tempo, faz o grupo crescer. Principalmente os mais novos", enfatiza o vice de futebol, Roberto Melo.


Estreia no Gre-Nal


Dos 14 jogadores que entraram em campo no domingo, 12 atletas do Internacional nunca haviam disputado um jogo entre os profissionais contra o Grêmio. Ou seja, apenas Uendel e Camilo, que entrou no segundo tempo, já tinham jogado um Gre-Nal e sabiam como é esse tipo de partida. "Eles responderam muito bem. Não é fácil ficar com um a menos e ter a imposição que tivemos. Nossa postura no segundo tempo dificultou para o Grêmio. Recuperamos a posse, e aí o time não só fazia o contra-ataque, mas tinha posse e tentou buscar até o final", explica Odair Hellmann.

Comments

SEE ALSO ...