Inter

Inter se recusa a receber taça

Equipe se retirou do gramado e não recebeu as medalhas e o troféu de vice-campeão

Créditos: Guilherme Rossini
CONFUSÃO: virtual pênalti de Guilherme Parede em Cortez deu início às confusões na Arena do Grêmio

Porto Alegre - Nos pênaltis, o Internacional perdeu a oportunidade de conquistar o primeiro título sob a batuta de Odair Hellmann. Na noite de quarta-feira, no Gre-Nal 420, a equipe empatou em 0 a 0 e foi derrotada nas penalidades máximas, após Camilo, Cuesta e Nico López desperdiçarem suas cobranças. A partida foi coberta de polêmicas, com direito a pênalti mal marcado com a utilização do árbitro de vídeo (VAR), expulsão de D'Alessandro e do comandante colorado, que se recusou a sair do gramado, sendo retirado do banco pela equipe de policiais. Com isso, após o término da disputa, os atletas, diretoria e comissão técnica se recusaram a receber o troféu e as medalhas de vice-campeão. 
Com a quebra de protocolo do Internacional, ao deixar o gramado sem cumprir a cerimônia de premiação, um funcionário da Federação Gaúcha de Futebol levou a taça de vice-campeão do Campeonato Gaúcho, com a intenção de entregá-la na noite de ontem, na cerimônia de melhores do Gauchão, em Porto Alegre.

 

Indignação de Odair Hellmann

No túnel de saída do gramado para os vestiários após ser expulso, Odair Hellmann mostrou toda a sua indignação com o árbitro Jean Pierre Lima, dizendo que a taça já poderia ser entregue ao Tricolor, e as medalhas à arbitragem da partida.

Comments

SEE ALSO ...