Inter

Vitória e superioridade

Internacional joga melhor e vence Cruzeiro dentro do Beira-Rio

Créditos: Guilherme Rossini
CRAQUE DO JOGO: com um gol e grande atuação, Nonato foi o melhor jogador do Colorado na partida - Ricardo Duarte/Inter/divulgação

Porto Alegre - O Inter aproveitou três rebotes para marcar três gols na tarde de ontem no Estádio Beira-Rio. Contra o Cruzeiro, a equipe fez um primeiro tempo passivo, e uma segunda etapa ativa e de atuação mais agressiva e contundente, garantindo a vitória por 3 a 1. Com o trunfo sobre os mineiros, o Colorado vai a seis pontos na tabela do Campeonato Brasileiro, conseguindo sua segunda vitória em casa.

 

O jogo

Apesar de ter maior posse de bola nos 45 minutos iniciais, quem teve as melhores chances foi o Cruzeiro. Logo aos dois minutos, Thiago Neves perdeu a melhor chance da primeira etapa, chutando a bola para fora, após cruzamento perfeito de Fred. Os mineiros ainda desperdiçaram outra grande chance, com Jadson, que bateu no cantinho, mas a bola saiu ao lado da trave. Com isso, aos 31 minutos, após cobrança de falta de Guerrero, a bola desviou na barreira, bateu na trave e sobrou para Nonato marcar de cabeça. Mas nem deu tempo de comemorar, pois logo depois o zagueiro Dedé completou cruzamento, livre dentro da área, e empatou a partida no Beira-Rio.

Nos 45 minutos finais, o Inter mostrou mais ímpeto, marcou dois gols, com Guerrero e Moledo, vencendo a partida por 3 a 1. D'Alessandro ainda perdeu um pênalti, sofrido por Nonato. Porém, o final do jogo foi marcado pelo lance mais feio do Brasileirão até o momento. Após ser driblado, Edilson, do Cruzeiro, acertou uma cotovelada, de forma intencional, em Nico López. O lateral-direito foi expulso, enquanto o camisa 7 colorado precisou ser segurado para não agredir o atleta do time mineiro.

Comments

SEE ALSO ...