Internacional

Vulcão no meio do caminho: lajeadenses ficam presos na Argentina

Grupo da região está entre brasileiros isolados por tragédia argentina


- Gigliola Casagrande

Tilcara, Argentina - O retorno de uma expedição ao Chile foi interrompido de forma inesperada, na terça-feira, para o fotógrafo Felipe Manfroi e outras sete pessoas da região. O grupo de primos - entre 24 e 32 anos, mais uma criança de 11 - descia a Cordilheira dos Andes, no Norte da Argentina. Parou para tirar fazer algumas imagens quando foi surpreendido por um deslizamento de terra nos povoados de Volcán e Tumbaya - na estrada nacional 9, por onde passaria o Rally Dakar 2017. 

As escassas notícias sobre a tragédia citam dois mortos em Volcán, o menos afetado - houve tempo para que a área fosse evacuada. "As informações que chegam é que os governantes estão tentando esconder os fatos, a catástrofe é muito maior do que divulgam", conta Manfroi. A situação seria pior em Tumbaya. "As autoridades estão com dificuldade de chegar, mas o que dizem aqui é que o povoado foi totalmente devastado e não se sabe quantas pessoas havia lá. Tem cerca de quatro mil moradores." 


O grupo do Vale do Taquari está entre os brasileiros isolados em solo argentino. Está isolado em Tilcara, pequena cidade de montanhas coloridas, a cerca de 30 quilômetros do local da tragédia. Não há rotas alternativas em direção a Salta, por onde precisa passar. A previsão de liberação da via, ontem, era de pelo menos 48 horas. Mais do que a saudade de casa, o principal sentimento é de tristeza. "Pelas pessoas que perderam sua casa e, principalmente, vidas", lamenta o fotógrafo de Lajeado.

Comentários

VEJA TAMBÉM...