Lajeadense

Juniores e juvenis manterão atividades do Lajeadense

Fora da Divisão de Acesso, clube foca na formação de jogadores

Créditos: Helena Baségio
FUTURO: após eliminação do time principal em Bento Gonçalves, base segue nas competições - Caco Marin/Lajeadense/divulgação

Lajeado - Os treinos e jogos dos elencos das categorias júnior e juvenil manterão as atividades no Clube Esportivo Lajeadense após a eliminação da equipe principal da Divisão de Acesso. Ainda inconformado com a desclassificação e o fim da luta para retornar à elite do futebol do Rio Grande do Sul após o empate com o Esportivo, o presidente do clube, Alexandre Sebben, deixou em aberto o destino do Alviazul no segundo semestre. "Como haverá eleição em julho, será preciso reunir o Conselho para avaliarmos a situação e vermos o que é melhor para o clube", explicou o dirigente.

O atual presidente do Lajeadense revela também que ainda não sabe se concorrerá à reeleição.

 

Troca de sede

Atletas e comissão técnica das equipes da Escola de Futebol da Associação Lajeado de Esportes (ALE)/Clube Esportivo Lajeadense terão um novo local de treinamento a partir da sexta-feira (3), quando passarão a usar o espaço da SER São Cristóvão para os treinamentos. A troca ocorre após dois anos e meio de as atividades no CT Florestal, área do antigo estádio do Lajeadense.

Na última sexta-feira, os atletas que estavam em treinamento participaram da foto oficial junto com alguns profissionais da comissão técnica para o momento de despedida do Florestal. "Temos que pelo período que utilizamos este espaço. Foram 30 meses no local onde a equipe principal teve, ao longo de tantos e tantos anos, muitos momentos felizes e de glórias", lembra o presidente do clube, Alexandre Sebben, agradecendo aos proprietários que cederam o espaço.

Mais detalhes sobre os treinos na SER São Cristóvão podem ser obtidos com o coordenador da Escola de Futebol do Lajeadense, Samuel Sebben, pelo telefone 98227.6644.


Vivência internacional

Os meninos das categorias sub-13 e sub-15 da ALE/Lajeadense puderam agregar experiência internacional ao currículo. Na última semana, os garotos estiveram na cidade de Podernone, localizada no norte da Itália, onde disputaram a 21° edição do Mondial do Friuli Venezia.

Participaram clubes de 32 países. Além de times do do país-sede, estiveram presentes equipes da Inglaterra, Holanda, França, Bulgária, Áustria, Irã, Japão, Rússia, Suécia, África do Sul, entre outros.

A delegação do Vale do Taquari foi a única da América do Sul a disputar o torneio, que pode render parceria futura com o clube italiano. A competição é realizada desde 1999 e ocorre em Pordenone e outras sete cidades na província de Friuli, entre as cidades de Treviso e Udine.

A equipe sub-13 disputou seis partidas, com três vitórias e três derrotas, mesmo desempenho da sub-15.

 

 

Comments

SEE ALSO ...