Lajeadense

Lajeadense perde o jogo, a liderança e a invencibilidade

Alviazul sofreu sua primeira derrota na Divisão de Acesso

Créditos: Helena Baségio
BONITO: público atendeu o chamado e no fim da partida, aplaudiu o time apesar da derrota - Lidiane Mallmann/divulgação

Lajeado - O futebol tem seus paradoxos. Justamente na melhor atuação da temporada em seu estádio, o Lajeadense foi derrotado pela primeira vez na Divisão de Acesso de 2019. Na noite de ontem, jogando em casa, o Alviazul sofreu um revés doído, ao perder por 1 a 0 o clássico regional diante do Guarani, pelo marcador de 1 a 0. Derrota que custou muito caro, pois além de ver cair sua invencibilidade de seis partidas, a equipe também perdeu o primeiro lugar da chave A para o rubro-negro de Venâncio Aires, que foi a 13 pontos, contra 12 do Lajeadense.


No domingo, o clube de Lajeado já tem a chance de se recuperar, pois o duelo de ontem se repete, agora em Venâncio Aires, no Estádio Edmundo Feix, na abertura do returno.

O jogo

O duelo foi intenso e polêmico, com dois gols do Lajeadense anulados e a reclamação de uma penalidade não marcada para o Alviazul. Com a bola rolando, as duas equipes proporcionaram um confronto digno de sua importância. Com marcação forte, velocidade e aplicação total, o ritmo forte aplicado pelos times não se traduziu em oportunidades de gol. O Lajeadense tentou mais e teve a melhor oportunidade nos pés de Cristiano. Ele recebeu dentro da área, mas não conseguiu o domínio e bateu em cima do marcador.


Aos 32 minutos, o Guarani fez o que o Lajeadense não conseguia. Uma jogada de contra-ataque, um passe longo da entrada da área do Alviazul encontrou Juninho no lado esquerdo do ataque. O camisa 11 bateu cruzado e venceu o goleiro Kevin, que até aquele momento era um assistente da partida. Em seguida, Bindé sentiu uma lesão e deixou o gramado para a entrada de Guilherme Borges.


A equipe de Serginho Almeida voltou avassaladora para a etapa final, e com um minuto de partida, Índio recebeu sozinho na frente do goleiro Villa e perdeu uma oportunidade clara. Nos cinco minutos seguintes, o Alviazul teve dois gols anulados e um lance onde pediu pênalti, após a bola bater no braço de um defensor. Por reclamação, o treinador do Alviazul foi expulso.


O Lajeadense manteve o ritmo intenso e insistiu em busca do empate até o apito final. Mas não teve a competência para derrubar a resistência do Guarani. Mas a torcida reconheceu a entrega e a boa atuação e os jogadores foram aplaudidos na saída do gramado.

 

Comments

SEE ALSO ...