Meio Ambiente na Escola

Estação Semear: Semeando uma nova experiência

Entidade busca cultivar caminhos para conectar pessoas consigo e com a natureza, semeando novos espaços, aprendizagens e reflexões

Créditos: Fernanda Mallmann
Oficinas e ações levam crianças a experimentar a preservação ambiental na prática - divulgação

Nos últimos dias, quando se ligou a tevê, folheou jornais ou escutou rádio, as queimadas da Amazônia foram manchete. Se resolver os problemas macro do meio ambiente é difícil, um motivo de esperança é saber que muita gente do bem está interessada em salvar o planeta. Salvar é um verbo forte, mas fazer a sua parte já é um alento. Há um ano, existe um grupo que vem fazendo a sua parte. Eles compõem a Estação Semear. São menos de dez integrantes, com uma proposta diferenciada: cultivar caminhos para conectar pessoas consigo e com a natureza, semeando novos espaços, aprendizagens e reflexões.


Conforme o grupo, as primeiras palavras que surgem em mente para sintetizar a motivação da Estação Semear são amor e respeito em ação. Os objetivos são muitos também, mas, antes de tudo, a Semear quer sensibilizar e mobilizar a sociedade para o desenvolvimento e disseminação de uma cultura de participação social, focada em todas as fases da vida, despertando a necessidade de preservar o meio ambiente, a cultura e soberania dos povos.


A base de atuação da Estação Semear permeia nas áreas educacional, socioambiental e cultural. Atualmente, oito projetos estão em planejamento - Juntos Somos Transformadores, Férias na Estação, Comunidades Sustentáveis, FluArte - Movimentos comUnidade, Estação Brincar, Sementes da Estação, Vivência: a Natureza em Nós e Lattice Logic. Neste primeiro ano, serão executados o Férias na Estação, Comunidades Sustentáveis e Juntos somos transformadores. Ainda será lançado, no final de setembro, o Estação Brincar. Todos estão à disposição da comunidade. A Estação Semear é um projeto itinerante, qualquer cidade, comunidade, escola, entidade, pode ter apoio e acesso às ações desenvolvidas.

 

O que já foi feito

A Estação Semear surgiu há um ano, mas já interagiu bastante com a comunidade. Já foram realizados dois cines Corações e Mentes Escolas que Transformam, em Lajeado; dois cines em escolas de Teutônia, uma roda de conversa aberta sobre educação transformadora em Estrela, uma roda de conversa com vivência prática sobre saneamento ecológico em Arroio do Meio e uma oficina de sustentabilidade na Uninter polo Lajeado. A entidade participou ainda das feiras Sustentare de Lajeado, em uma Feira de Orgânicos de Santa Clara do Sul, além de duas edições do projeto Férias na Estação, também em Lajeado.

Nas escolas

Para a Estação Semear, as escolas são o coração da transformação social de uma comunidade. Os integrantes acreditam que todas as pessoas são educadoras e, em todos os espaços, se trocam saberes, seja em casa com a família, no supermercado, no trabalho, mas principalmente na escola porque é neste espaço que se encontram todas as fases da vida e a diversidade cultural e social. Todas as ações do projeto estão conectadas com a educação e podem ser aplicadas nas escolas. A caminhada da Estação iniciou-se com o cine Corações e Mentes Escolas que Transformam e permanece sendo apoio para a comunidade escolar. O grupo já realizou dois cines abertos à população em Lajeado e outros dois em Teutônia. No fim de setembro, será realizado o Juntos somos transformadores, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Heitor Villa-Lobos, em Coqueiro Baixo, com uma oficina de sustentabilidade. Também está sendo organizada a ECOGincana, na Escola Municipal de Educação Infantil Cantinho Infantil, de Lajeado, para outubro, durante a Semana da Criança. E, em breve, a Estação Semear deve anunciar novidades com ferramentas de apoio para as escolas em 2020.

 Entidade acredita que escolas são o coração da transformação social e aposta em projetos com estudantes (divulgação)

 

Para semear junto

Embora a Estação Semear tenha apenas nove integrantes, ou guardiões, o projeto é apoiado por mais um monte de "sementes" espalhadas por todo o mundo. Faz apenas dois meses que foi realizada a assembleia de constituição como associação, e duas semanas do registro oficial no cartório. Neste projeto, todos são bem-vindos: para se tornar um associado é necessário manifestar interesse por meio do preenchimento de um formulário. Depois, participar como voluntário nas ações promovidas pela Estação Semear, por um período estabelecido pelo grupo, para vivenciar o projeto e perceber se ele faz sentido para a pessoa interessada. E, se não for para ser um associado, também dá para ser um colaborador, que participa e apoia as atividades da Estação. Que tal semear junto?

Agende uma oficina da Estação Semear pelo e-mail: [email protected]
Instagram: @estacaosemear_rs
Facebook: @estacaosemear

Estação Semear participa de ações, como o Sustentare, no Parque Municipal Professor Theobaldo Dick, em Lajeado (divulgação)

Comments

SEE ALSO ...