Colunistas

Salva projeta crescimento

A previsão é que no segundo semestre desse ano comecem as obras da segunda fase da Salva.


Expansão Salva

Simultâneo ao término das obras da primeira fase da empresa, a Salva Craft Beer já prepara o terreno da ampliação. Literalmente. Uma área de dois hectares, nos fundos da indústria localizada na margem da BR-386, em Bom Retiro do Sul, recebe a terraplanagem que num primeiro momento será usada para estacionamento do SalvaRock Festival, evento que a empresa realiza em maio.
A previsão é que no segundo semestre desse ano comecem as obras da segunda fase da Salva. O investimento, que deve girar em torno de R$ 8 milhões, considerando tecnologia, obra e afins, vai concentrar a nova área de expedição e uma ampliação de até sete vezes da linha de envase.


Em tempo
O crescimento segue atrelado ao modelo de produção da cerveja artesanal e livre de aditivos químicos. A capacidade atual é de 120 mil litros mensais. Na preferência dos consumidores está a pilsner, tanto na garrafa de vidro quanto em lata. Essa última embalagem está no mercado desde janeiro e apresenta grande aceitação do público consumidor, hoje concentrado no Rio Grande do Sul. Nos planos para o futuro está entrar direto no mercado paulista, sem escala.


Histórias registradas
Novos negócios surgem da motivação de quem empreende e busca conquistar seu público-alvo. A P'Sempre é uma empresa que nasce em Lajeado com objetivo de registrar histórias de vida em fotolivros. A empreendedora, que une o trabalho jornalístico com o resgate das imagens dos melhores momentos das pessoas, quer despertar o interesse de seus serviços contando histórias de amor, por exemplo, como de casais enamorados ou daqueles que comemoram bodas, e até mesmo entre pais e filhos.

 

Visita nordestina
A Dália Alimentos está presente hoje em 22 dos 26 estados brasileiros. Na última semana, dois dos maiores clientes da cooperativa encantadense no Nordeste, a Central de Frios Piauí e a Comercial de Carnes Vale do São Francisco Alimentos, que constituem o mesmo grupo, visitaram a sede da empresa. Eles ainda conheceram as instalações da unidade frigorífica de suínos. As companhias nordestinas têm uma relação de quase 20 anos com a comercialização de produtos da marca Dália pelo grupo com sede na cidade de Petrolina a outros três estados: Bahia, Pernambuco e Piauí.


Para startups
Os empreendedores que têm seus negócios voltados para o mercado do agronegócio e trabalham no desenvolvimento de tecnologia e inovação podem contar com um programa de aceleração e preparação para vendas especial no Sebrae RS. O Startup RS Agrotech está com inscrições abertas a partir de amanhã e irá selecionar até 20 participantes. Interessados podem acessar o edital e o link https://goo.gl/SY6YeM. Podem participar empresas que desenvolvem soluções em software e ou hardware para a cadeia do agronegócio.


Simone Rockenbach

Comentários

VEJA TAMBÉM...