Colunistas

"Vamos cantar a vida, vamos cantar o amor..."

Peço a cada um que está lendo esta crônica, que não me critique e não me julgue, pensando coisas a meu respeito, mas sim, reflita sobre como está valorizando sua vida;


Realmente temos que valorizar cada minuto da nossa vida; temos que cantar as alegrias, nos redimir das nossas fraquezas e seguir em frente, levantando a cabeça, com tudo que nos remete medo, tristeza, decepção e desafeto...

Amigo leitor, quando perdemos alguém que estimamos muito, seja parente, amigo, sempre ficamos abalados. Querendo ou não, a vida é frágil. Hoje estamos aqui e, de repente, numa fração de segundos, tudo muda. E é por estes motivos que devemos levar a vida mais leve, mesmo que, às vezes, o peso que carregamos quase nos desequilibra. No entanto, sempre há uma luz, mesmo que distante, que nos emana raios de coragem, de força para continuar cantando as belezas da vida.

Desde o início deste ano, perdemos muitas pessoas conhecidas e isto nos faz pensar: quem será o próximo?" É pesado pensar nisto! Mas é a coisa mais certa à vida. Portanto, devemos ser solidários com a dor alheia; devemos procurar sempre dar o melhor de nós ao nosso próximo, mesmo que este não saiba retribuir; temos que ter uma conduta sábia para os imprevistos, mesmo que estes nos tirem do prumo muitas vezes, mas, no devido tempo, vamos aos poucos colocando a casa em ordem. Levamos uns sustos, no entanto sempre temos ao nosso lado alguém a nos estender a mão.

Caro leitor, sabemos que não ficaremos para semente, então vamos procurar fazer o bem, "muito bem", para que, quando partirmos, nossos familiares possam se orgulhar do legado que deixaremos. Isto, com certeza, já será um grande conforto!

Peço a cada um que está lendo esta crônica, que não me critique e não me julgue, pensando coisas a meu respeito, mas sim, reflita sobre como está valorizando sua vida; de que maneira está cantando e amando sua existência? Seja você também o protagonista desta alegria e deste amor sincero, verdadeiro, para que juntos passamos colher muitos frutos da benquerença, dando assim, um novo rumo ao nosso próprio existir. Cante, dance, vibre e viva muito!

Falando em cantar a vida, hoje eu canto alto, canto com o coração quase explodindo de tanto amor e alegria, pela vida da minha neta Cecília, que está chegando no dia 3 de maio. Uma nova vida nos remete esperança, inocência, dedicação, orgulho e muito amor. Que a Cecília venha para este mundo cantando!!!!! Seja bem-vinda a nossa menina!

Paz e bem.
Homenageio hoje meu filho Josias e minha nora Luciana e o irmão mais velho, João Pedro, pela chegada da Cecília. Abraço meu amigo e ex-colega José Abichequer, de Estrela, que hoje aniversaria e, minha gerente de conta e amiga, Sirlei dos Anjos, aniversariante do dia 6 de maio. Felicidades a todos!


Nara Knaack

Comentários

VEJA TAMBÉM...