Polícia

Bombeiros de Estrela suspendem atendimento

Ocorrências terão que ser atendidas pela corporação de Lajeado entre os dias 22 e 31 deste mês

Créditos: Natalia Nissen
- Lidiane Mallmann
Vale do Taquari - A redução de horas-extras para os servidores públicos irá afetar, mais uma vez, o atendimento do Corpo de Bombeiros Militar na região. O quartel de Estrela precisará fechar as portas a partir do dia 22 deste mês. Além da falta de horas, as corporações também sofrem com o deslocamento de parte do efetivo para atuar na Operação Golfinho. Ontem (11), o comando emitiu nota informando a suspensão dos atendimentos, caso não haja suplementação das cotas de horas-extraordinárias. Assim, as ocorrências deverão ser atendidas pelos bombeiros de Lajeado.


A opção pelo fechamento do quartel de Estrela foi feita com base na proximidade da guarnição de apoio, que no caso é Lajeado, e por ser a unidade com mais bombeiros deslocados para a operação de salva-vidas. De acordo com o comandante da 2ª Companhia do Corpo de Bombeiros de Venâncio Aires, que também responde pelos pelotões de Lajeado, Estrela e Encantado, capitão Gustavo Lock, a alternativa considera o tempo de resposta. Se o quartel de Venâncio Aires fechasse, por exemplo, as ocorrências teriam que ser atendidas por Santa Cruz do Sul ou Lajeado. 

Lock explica que neste mês a Companhia recebeu 2% das cotas de horas-extras disponibilizadas aos bombeiros no Estado. Essa quantia, no entanto, é aproximadamente três vezes menor do que aquela que era destinada no ano passado. Com a redução, os bombeiros são escalados para cumprir suas horas disponíveis e, a partir do dia 22, não podem ser escalados compulsoriamente. A carga é dada aos comandos para as ordens de serviço do mês corrente.


A corporação de Lajeado atende a 25 municípios da região e a de Estrela a outras nove cidades. No total, os quarteis atendem a uma população estimada de 230 mil habitantes. Durante o fechamento do quartel, um bombeiro ficará na unidade para atender as chamadas de emergência e direcionar as ocorrências ao quartel de Lajeado. O comandante espera que nos próximos dias o governo estadual libere recursos para suplementar as cargas horárias. Se houver acréscimo, ele garante que a totalidade será destinada aos bombeiros de Estrela.

Comments

SEE ALSO ...