Polícia

Defesa de Adélio Bispo pede nova avaliação de sanidade mental

Marco Mejia diz que exame feito com psiquiatra particular atesta transtorno delirante grave

Créditos: Caroline Graske

Juiz de Fora (MG) - A defesa de Adélio Bispo, homem suspeito de esfaquear o candidato a presidente da República Jair Bolsonaro, entregou esta tarde uma petição baseada num laudo técnico de um médico psiquiatra particular que atesta que o réu sofre de transtorno delirante grave. A defesa aguarda que uma nova avaliação de sanidade mental seja realizada pela 3ª Vara Federal de Juiz de Fora. Segundo o advogado Marco Mejia, o exame feito pelo psiquiatra particular atesta a condição de Adélio. "Esse é o procedimento que se entregou ao juiz e se vai tentar abrir um outro processo, com procedimentos contraditórios diferentes. Só entregamos esse documento a fim de instruir melhor e ver a veracidade de tudo que aconteceu", explica.

 

Comments

SEE ALSO ...