Polícia

Duas mulheres de Lajeado morrem em confronto com a Polícia Federal

Agentes da PF estavam atrás de suspeitos que fariam o resgate de criminosos ligados a ataque a banco

Créditos: Caroline Silva

Cristal | No final da noite de ontem, em Cristal, no Sul do Estado, um confronto entre Agentes da Polícia Federal e criminosos que tinham por objetivo o resgate dos responsáveis por um ataque a banco, em Dom Feliciano, resultou na morte de duas mulheres moradoras de Lajeado. As vítimas foram identificadas como Daniela Weizemann, e Aline Schmidt Pirola. As idades delas não foram confirmadas. Um homem, que seria condenado por homicídio e que estava em prisão domiciliar, ficou feriado, e uma criança que seria filho desse suspeito também foi atingido no tiroteio. Segundo a corporação, eles estavam em dois veículos que furaram uma barreira montada próximo à estrada que liga o município a Amaral Ferrador, por volta das 23h30min.

Em nota, divulgada nesta manhã, a PF esclareceu que policiais federais do Grupo de Pronta Intervenção (GPI), após receberem informações da possibilidade de resgate de criminosos, montaram barreiras em Cristal. Na noite de ontem, dois veículos furaram a primeira barreira montada e na segunda abordagem houve confronto com troca de tiros. 

A prefeita de Cristal, Fábia Richter, explicou em uma rede social que houve a troca de tiros em barreira da PF na áera urbana do munícipio. Segundo ela, uma criança que estava no veículo foi atingida por disparos e levada ao hospital com risco de vida. 

NOTA À IMPRENSA 

A Polícia Federal informa que, no final da noite dessa terça-feira (16/07), policiais entraram em confronto com criminosos que tinham por objetivo o resgate dos responsáveis pelo ataque a banco ocorrido no dia 06 de julho, em Dom Feliciano.

Policias federais do GPI (Grupo de Pronta Intervenção), após receberem informações da possibilidade de resgate, montaram barreiras na rodovia no município de Cristal. Dois veículos furaram a primeira barreira e, na segunda abordagem, houve confronto com troca de tiros. Duas mulheres morreram, um homem, condenado por homicídio e que estava em prisão domiciliar, e seu filho, ficaram feridos. Foi encontrado e apreendido armamento em um dos veículos.

A Polícia Federal investigava o envolvimento do grupo criminoso por assaltos à Caixa Econômica Federal e a outros bancos. No dia 6 de julho, policiais federais e militares entraram em confronto com os criminosos que atacaram uma agência bancária em Dom Feliciano, com utilização de explosivos. Na oportunidade, a investigação da PF indicava que o assalto ocorreria na região. Desde então, policiais federais e militares estão na busca pelos criminosos.

 

Comments

SEE ALSO ...