Polícia

Atirador deixou 12 mortos em Virginia Beach, nos EUA

Engenheiro abriu fogo em um prédio governamental na sexta-feira

Créditos: Da redação
A área ao redor do edifício, que contém uma série de outros prédios governamentais, foi isolada. - Kaitlin McKeown/divulgação

Autoridades da cidade da Virgínia Beach, nos Estados Unidos, divulgaram os nomes das 12 pessoas mortas por um atirador que abriu fogo em um prédio governamental sexta-feira.

O gerente da cidade, David Hansen, disse que as vítimas - 11 funcionários da prefeitura e um empreiteiro - "deixam um vazio que nunca vamos conseguir preencher".

O atirador disparou indiscriminadamente antes de morrer em uma troca de tiros com a polícia.

Ele foi identificado como DeWayne Craddock e foi descrito como um funcionário antigo do município que estava descontente.

O tiroteio ocorreu no Centro Municipal de Virginia Beach, onde ele trabalhava.

 

O que se sabe sobre o atirador

DeWayne Craddock, identificado pela polícia como o atirador, tinha 40 anos e trabalhava há 15 como engenheiro no departamento de serviços públicos da cidade.

Segundo a agência de notícias AP, ele serviu nas forças armadas e foi descrito pelos vizinhos como quieto e alguém que "raramente sorria".

O chefe da polícia de Virginia Beach, James Cervera, não quis comentar sobre o motivo do tiroteio. Ele disse que o atirador estava armado com uma pistola semi-automática calibre 45 equipada com um supressor de som e com carregadores de munição de alta capacidade.

A polícia acredita que ele agiu sozinho.

Os relatos do tiroteio começaram pouco depois das 16h no horário local (17h em Brasília) de sexta-feira.

Comments

SEE ALSO ...