Polícia

PRF proíbe tráfego em duplicação da BR-386 liberada pelo Dnit

Risco aos condutores ocasionada pela falta de sinalização vertical foi a justificativa da Polícia Rodoviária Federal

Créditos: Paulo Messa
IMPASSE: Liberação só ocorrerá após placas serem fixadas em novo trecho duplicado - Lidiane Mallmann

Vale do Taquari - A expectativa entre os usuários dos sete quilômetros de pista duplicada na BR-386, entre Estrela e Bom Retiro do Sul, permanece. Isso porque a Polícia Rodoviária Federal (PRF) impediu, na tarde ontem, que o trânsito no local fosse liberado devido à inexistência da sinalização vertical no trecho.

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa, a Superintendência Regional do Dnit/RS ressaltou que o trecho já contaria com sinalização e que a liberação ocorreria ainda durante a manhã, no entanto, segundo a PRF, as condições não ofereceriam segurança a quem trafega na rota.

Segundo o policial rodoviário federal, Altair Posselt, uma equipe de ronda esteve no local durante a tarde e averiguou a situação constatando diversos pontos a serem ainda contemplados com a sinalização. "Estão faltando as placas de limite de velocidade e orientação de retornos, por exemplo. Nas proximidades do acesso à localidade de Santa Rita (em Estrela) também falta sinalizar porque ali há o risco de queda em um açude existente próximo à rodovia", explica.

Contatada durante a tarde de ontem, a Superintendência Regional do Dnit/RS informou desconhecer o impedimento do tráfego na rodovia. A previsão da PRF é de que o trânsito seja liberado ainda hoje, assim que a situação for contornada. Em caso de chuva, a liberação da via duplicada poderá ser suspensa e reprogramada para nova data.

A obra de duplicação dos 33,4 quilômetros da BR-386, que ligam os municípios de Estrela e Tabaí, iniciou em 2010 com previsão de entrega para 2013. Dos nove quilômetros que faltam ser finalizados para a conclusão, ainda restam dois com entrega prevista para março de 2018.

Comentários

VEJA TAMBÉM...