Polícia

Vale do Taquari terá 56 novos brigadianos

Sete policiais serão destinados às frações da Polícia Rodoviária Estadual e 49 para o CRPO-VT

Créditos: Caroline Garske
Formatura dos 86 soldados foi realizada em 3 de agosto - Cristiano Duarte/arquivo

VALE DO TAQUARI | A região terá a permanência de 56 policiais militares formados pela Brigada Militar. Segundo o chefe do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Taquari (CRPO-VT), tenente-coronel Luís Marcelo Gonçalves Maya, serão 49 policiais para a área do CRPO-VT e sete para as frações da Polícia Rodoviária Estadual da região, que ficam em Cruzeiro do Sul, Encantado, Taquari e Teutônia.

Lajeado foi um dos locais que contou com o Curso de Formação de Soldados, que durou cerca de nove meses e formou 86 homens e mulheres no último dia 3, no campo de futebol do Colégio Evangélico Alberto Torres (Ceat). De acordo com Maya, embora tenha sido pedido que o número que representa o total de formados, que é de 86 servidores, ficasse na região, o número destinado ao Vale do Taquari é satisfatório. "Considerando o contexto, é bom. Não estamos entre as regiões priorizadas pelo Programa RS Seguro, que elencou os 18 municípios com maiores indicadores de violência e criminalidade. Nenhum de nossa região está entre estes 18, que foram priorizados na distribuição deste efetivo."

O comandante explica que, nos últimos cinco anos, a perda de efetivo devido a aposentadorias e transferências é de, em média, 90 policiais. "Neste mesmo período, a violência e a criminalidade recrudesceram, aumentando em volume e complexidade na região", reitera Maya.

Hoje, o CRPO-VT atende 37 municípios. O presidente da Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat), Jonatan Brönstrup, prefeito de Teutônia, avalia como positiva a resposta do governo do Estado aos pedidos da Associação. "Nós buscamos a permanência dos 86 e tentamos de todas formas fazer com que o máximo possível permanecesse aqui no Vale. Mas a gente acredita que seja um número que, neste primeiro momento, é satisfatório", destaca.

Agora, os quase 2 mil soldados formados em todo o Rio Grande do Sul devem realizar suas inscrições para optarem pelo local de trabalho. O processo teve início ontem e segue até amanhã.

Comments

SEE ALSO ...