Política

Brigada Militar destaca baixo número de ocorrências no segundo turno

Subcomandante-geral da Brigada Militar disse que pleito tem sido exemplar


- TRE-RS/divulgação

Rio Grande do Sul - O subcomandante-geral da Brigada Militar (BM) do Rio Grande do Sul, coronel Eduardo Biacchi Rodrigues, destaca o baixo número de ocorrências policiais no segundo turno das eleições, realizado neste domingo (28). "Até agora, a votação tem sido exemplar", afirmou o oficial.

Segundo a BM, a Operação Eleições 2018 contabilizou uma prisão em flagrante por transporte irregular de eleitores e 18 ocorrências de menor potencial ofensivo por crimes como boca de urna, desacato, desordem e outros crimes. Os municípios que registraram ocorrências foram Capão da Canoa, Porto Alegre, Capão do Leão, Caxias do Sul, Ijuí, Santo Ângelo e Venâncio Aires.

Polícia Civil

Já a Polícia Civil registrou seis casos: em Capão da Canoa uma ameaça a mesário, em Canoas violação ao sigilo do voto, em Cruz Alta foi registrada ocorrência por problemas na votação presidencial. Em Torres por boca de urna e uso de violência ou grave ameaça para obter voto ou abstenção. Em Barra do Guarita por transporte irregular de eleitores, o qual não ficou comprovado.

 

Comentários

VEJA TAMBÉM...