Política

Neca Dalmoro eleita presidente da Câmara de Vereadores

Ela é a segunda mulher a assumir o posto no Legislativo lajeadense

Créditos: Matheus Aguilar
Mesa Diretora: eleitos para comandar o Legislativo posaram para fotos nos lugares de 2019 - Matheus Aguilar

Lajeado - Pela segunda vez na história, uma mulher será presidente da Câmara de Vereadores de Lajeado. A responsabilidade de comandar o Legislativo municipal em 2019 caberá a Neca Dalmoro (PDT), eleita no fim da tarde desta quinta-feira (27), na última sessão do ano. Neca está em seu primeiro mandato e terá a companhia de Sérgio Rambo e Sergio Kniphoff, ambos do PT, na Mesa Diretora.
A eleição foi acirrada. Em disputa contra chapa formada por Waldir Gisch (PP), Nilson Do Arte (PT) e Ildo Salvi (Rede), foi o voto do até então presidente, Eder Spohr (MDB), que definiu o resultado. Por oito votos a sete, Neca vai assumir a cadeira que o pai dela, Selvino Dalmoro ocupou entre 1985 e 86. "Fico, emocionada de lembrar disso. Meu pai faleceu em janeiro de 1986, enquanto era presidente da Câmara. Realizo um sonho de chegar onde ele chegou e estou ciente das responsabilidades e do compromisso", frisa.

E 2019 será de muito trabalho para Neca. Com a primeira sessão prevista para o dia 5 de fevereiro, a nova presidente já sabe que alguns projetos para o próximo ano exigirão muitas discussões com os pares. "Temos o Plano Diretor, que deve chegar já no início dos trabalhos, revisão da Lei Orgânica, revisão do Regimento Interno, a regulamentação do transporte coletivo para a futura licitação, entre outros. Será preciso unir os 15 vereadores para o debate adequado dessas pautas", analisa.

Por esta razão, Neca quer continuar valorizando as reuniões das comissões. "É neste momento que tiramos as dúvidas, chamamos técnicos quando necessário. Todos os projetos são muito estudados nas comissões e quero estar sempre presente", adianta. Ela garante que o primeiro objetivo é estudar a fundo o Plano Diretor, pela importância do tema para o futuro de Lajeado.

 

Economia de R$ 2,5 milhões

Encerrando sua passagem como presidente da Câmara, Eder Spohr (MDB) destaca a busca por transparência e a tentativa de reduzir custos como marcas da sua gestão. "Também tivemos muito diálogo como todos os colegas", afirma.

Segundo Eder, o Legislativo lajeadense economizou R$ 2,5 milhões de seu orçamento neste ano. Deste total, parte foi devolvida ao Executivo e parte destinada a ações. "Foram R$ 700 mil para obras, R$ 450 mil na área da saúde, outros R$ 150 mil para realização de exames e R$ 60 mil para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para o evento de Natal", ressalta. No fechamento do ano, houve a devolução de R$ 1,25 milhão para a prefeitura. Junto com esse valor, foi encaminhado um ofício, assinado por todos os vereadores, sugerindo que o Executivo aplique o dinheiro na construção de mais uma creche. "Entendemos que esta é uma demanda muito grande e que este recurso pode auxiliar", complementa.

 

Quem concorreu
Foram inscritas três chapas para a Mesa Diretora, mas uma retirou a candidatura no início da sessão. Saiba quem concorreu e como foram os votos.

Chapa 1
Neca Dalmoro (PDT), presidente;
Sérgio Rambo (PT), vice-presidente;
Sergio Kniphoff (PT), secretário

Chapa 3
Waldir Gisch (PP), presidente;
Nilson Do Arte (PT), vice-presidente;
Ildo Salvi (Rede), secretário

 

Como votou cada vereador

(por ordem de votação)
Neca Dalmoro - Chapa 1
Sergio Rambo - Chapa 1
Sergio Kniphoff - Chapa 1
Nilson Do Arte - Chapa 3
Ildo Salvi (Rede) - Chapa 3
Mariela Portz (PSDB) - Chapa 3
Ernani Teixeira (PTB) - Chapa 3
Waldir Blau (MDB) - Chapa 1
Carlos Ranzi (MDB) - Chapa 1
Marcos Schefer (MDB) - Chapa 1
Adi Cerutti (PSD) - Chapa 3
Waldir Gisch - Chapa 3
Lorival Silveira (PP) - Chapa 1
Paulo Tori (PPL) - Chapa 3
Eder Spohr (MDB) - Chapa 1

 

Saiba Mais

A primeira mulher a presidir a Câmara de Vereadores de Lajeado foi Carmen Regina Pereira Cardoso, no ano 2000.

 

 

Comments

SEE ALSO ...