Política

Prefeitura de Taquari quita dívida de R$ 12,9 milhões com INSS

De 2013 a 2017 foram pagos R$ 6,1 milhões


- Lidiane Mallmann

Taquari - A Prefeitura de Taquari quitou, recentemente, uma dívida que comprometia parcela expressiva do orçamento municipal mensal. O anúncio foi realizado no dia 22, pelo prefeito Emanuel Hassen de Jesus, o Maneco, por meio de uma transmissão online.

O valor quitado correspondia a uma dívida de R$ 12,9 milhões com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), constituída durante os anos de 1992 a 2001. O prazo para o início do pagamento foi firmado como sendo o primeiro semestre de 2001. O detalhe que mais incomodava a gestão municipal era a falta de prazo para encerramento do pagamento das parcelas, corrigidas pela taxa Selic, com multa e mora, além de também estarem condicionadas às correções da Taxa de Juros a Longo Prazo (TJLP).

Informações da Prefeitura indicam que, no ano passado, a administração questionou o INSS sobre o término do parcelamento. Ao que foi confirmado que, como não eram prestações fixas, não havia como precisar o encerramento das parcelas. Durante a gestão atual, entre 2013 e 2017, foram pagos R$ 6.184.989,36 ao INSS.

O prefeito Maneco comemorou a quitação das parcelas, que chegavam a comprometer até R$ 200 mil do orçamento mensal de Taquari. "É uma data histórica na cidade", avaliou.

Menos aperto
O alívio do encerramento da conta vem em boa hora, uma vez que, na avaliação do prefeito, Taquari é município que já tem uma receita difícil e trabalha um orçamento restrito. "Imagina quanta coisa nós poderíamos ter feito com esses R$ 6 milhões, quantas ruas, quantos exames, quantos medicamentos, quantas escolas", considerou.

Para Maneco, o parcelamento firmado no ano de 2001 foi desvantajoso para o município. "Não se pode fazer um parcelamento sem prazo final para pagar. O contrato foi prejudicial", disse.

De acordo com o prefeito, mesmo com o fim deste parcelamento, ainda há outros débitos que prejudicam a situação financeira de Taquari. "Essa dívida que quitamos foi paga pelo cidadão. Temos, por exemplo, os precatórios, os quais já pagamos mais de R$ 2 milhões, e ainda faltam cerca de R$ 4 milhões".

Com o pagamento das dívidas, a Administração Municipal espera poder investir mais na cidade a partir da liberação dos valores.

Comentários

VEJA TAMBÉM...