Reportagens Especiais

Em funcionamento pleno, negócio supera projeções

Apenas números grandiosos envolvem a Granja Faria...


Apenas números grandiosos envolvem a Granja Faria, operando com estrutura plena há um ano. Numa área de 70 mil metros, 320 mil aves alojadas produzem seis milhões de ovos férteis a cada mês. O retorno de imposto projetado para o município, em 2014, será de R$ 1,4 milhão. Esta última projeção, no entanto, é o que mais chama atenção do empresário Ricardo Faria. Nem ele esperava este resultado. "Quando foi feito o protocolo de intenções, se projetou um retorno direto ao município de em torno de R$ 800 mil. E para nossa surpresa, este retorno foi superior em 75% do esperado", calcula Faria.

As cifras alcançadas - o valor adicionado da granja em 2012 gira em torno de R$ 33 milhões - tornam ainda mais fértil o empreendimento. "Em relação à produtividade, somos hoje uma das melhores granjas do Brasil. Com certeza é a melhor do Rio Grande do Sul." Na visão de Faria, quatro fatores dão condições favoráveis para esta alta produtividade: qualidade e capacitação da equipe de trabalho, assistência técnica eficiente, alto rigor sanitário e investimento tecnológico, visando o bem-estar animal - dos R$ 24 milhões do custo total da obra, R$ 4 milhões foram aplicados além do previsto inicialmente, e tudo em tecnologia. Em Mato Grosso, Faria mantém outra granja, praticamente idêntica em estrutura, mas não tão produtiva.
A imponência da empresa tem respingado diretamente nos cofres do município anfitrião: 53,81% da participação na produção primária do município provém deste investimento. "Enquanto o Estado teve incremento de 540% no setor primário nos últimos anos, nós tivemos 2,3 mil%", informa o prefeito José Luiz Cenci.

A granja em números e ações

Produção
Desde agosto de 2011, a Granja Faria passou a funcionar com a estrutura plena depois de quase dois anos de obras. São dez núcleos de produção, construídos numa área de 70 mil metros quadrados. As 320 mil aves alojadas produzem mensalmente seis milhões de ovos férteis, o que gera cinco milhões de pintos ao mês, distribuídos aos produtores da região, integrados da Brasil Foods (BRF), parceira da granja. "Escolhi a BRF porque entendo que a empresa é a melhor produtora de alimentos do mundo. As políticas socioeconômicas e ambientais da BRF estão diretamente ligadas ao que eu penso, aos meus valores", explica o empresário.

Quadro de pessoal
Atualmente, 107 funcionários trabalham diretamente na granja. Os salários, em média, superam R$ 1 mil. A equipe de colaboradores também participou, nos últimos dois anos, de mais de 15 treinamentos. "É também importante salientar que a granja se preocupa com a segurança. Neste tempo não tivemos nenhum acidente de trabalho com afastamento", revela o empresário. Uma vila, com 27 casas, construída no complexo, disponibiliza moradia digna a mais de 60 funcionários e a mais de cem pessoas. No local, há, inclusive, uma área de lazer que pode ser aproveitada pelos moradores. Todos ganham refeição, uniforme limpo diariamente e mais vale-refeição de até R$ 100.

Respeito ao meio ambiente
A relação da Granja Faria é estreita com o meio ambiente. "Acreditamos que é possível fazer desenvolvimento e não agredir nenhuma área de preservação permanente", destaca Faria. Localizado na localidade de Alto Pinheiral, o empreendimento recuperou áreas degradadas e reflorestou cem hectares. Os cursos de água também foram regularizados em seus locais de origem, além de uma política sustentável dar destino correto aos dejetos orgânicos oriundos da produção. Cerca de quatro mil toneladas de adubo orgânico são produzidas por ano, o suficiente para atender a mil hectares de propriedades rurais neste período.

Cíntia Marchi
[email protected]om.br

Comentários

VEJA TAMBÉM...