Ano XLIII - Quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017
Estamos pesquisando sua consulta.
Por favor aguarde alguns instantes!
lupa
Encontro reúne quase 500 donos de fuscas e derivados em Lajeado
Home  |   Notícias   |   Geral   |  Encontro reúne quase 500 donos de fuscas e derivados em Lajeado
30 de janeiro de 2017

Encontro reúne quase 500 donos de fuscas e derivados em Lajeado

Em sua 17ª edição, evento reuniu apaixonados pelo fusca de todo o Estado e de outras partes do Brasil

Lajeado - "Quem nunca teve um fusca ou não tem uma história pra contar?", questiona Marilda Dolores Oliveira (62). Dona de duas unidades do carro que se tornou paixão nacional, ela e a família fazem parte da organização do 17º Encontro de Fuscas e Derivados, promovido pelo Clube do Fusca Lajeado, que ocorreu este fim de semana no Parque do Imigrante.

 

Com apaixonados por carros de todos os cantos do Rio Grande do Sul - e até de outros estados -, o Encontro integra o calendário de eventos do município, e faz parte da programação oficial de comemoração dos 126 anos de Lajeado. Estima-se que pelo menos 480 donos de Fuscas e outros veículos de coleção tenham passado pelo parque durante os dois dias.

 

"O Fusca é uma paixão nacional, tem apaixonados em todos os cantos do Brasil", reflete Marilda, que teve seu primeiro há 38 anos. "É um carro feito para aguentar, nasceu em tempo de guerra. Ele nunca te deixa na mão. Se tu tiver um arame e um alicate, nunca fica empenhado."

 

Paixão que promove amizades 

 

Entre fuscas, brasílias e outros carros antigos, uma Kombi, próxima ao pavilhão 3, chama a atenção dos visitantes: um grupo de amigos de Garibaldi, Carlos Barbosa e Porto Alegre se juntou para criar a "Kompiscina". O veículo teve o teto e os bancos traseiros removidos para a instalação de uma lona azul e a improvisação de uma piscina sobre rodas.

 

Dentro dos pavilhões, o destaque fica com as diferenças entre os carros em exposição: de fuscas com as marcas do tempo a carros totalmente reformados, os veiculado espelhados pelo local contam um pouco da história do automóvel no Brasil.

 

História essa que se entrelaça com a vida de Rogério Hubner (48). O gerente de logística natural de Teutônia teve um Fusca na juventude, conheceu a esposa (que também tinha o veículo) e passou cerca de 20 anos longe dessa paixão. Há 2 anos, comprou um totalmente reformado para participar de encontros e passear aos finais de semana.

 

"É um antiestresse. É ótimo para curtir, dar umas voltas, participar de encontros", relata. Participar desses encontros é ótimo para fazer amigos, reencontrar conhecidos, trocar ideias com pessoas que têm a mesma paixão."


Clique aqui para conferir a galeria de imagens do encontro. 



Crédito da notícia: Renan Silva
Última atualização: 30 de janeiro de 2017 às 08h22min
Comentário [ + ]
Geral - 23/02

Receita libera programa da declaração de IR para 2017

Quem recebeu mais do que R$ 28.559,70 durante o ano passado terá que fazer a declaração
Geral - 23/02

Governo faz reserva do Teatro da Univates para audiência da 386

Confirmação da data será dada hoje, em Brasília, durante a segunda audiência pública das concessões
VERSÃO IMPRESSA
Edição 11276
Quinta-feira
23/02/2017
Caderno Principal
Edição 11275
Quarta-feira
22/02/2017
Caderno Principal
Edição 11274
Terça-feira
21/02/2017
Caderno Principal
Edição 11273
Segunda-feira
20/02/2017
Caderno Principal
Edição 11272
Sábado
18/02/2017
Caderno Principal
Edição 11271
Sexta-feira
17/02/2017
Caderno Principal
Edição 11270
Quinta-feira
16/02/2017
Caderno Principal
O Informativo do Vale  - Av. Benjamin Constant, 2197 - Lajeado/RS - Fone: (51) 3726.6700