Variedades

Clube Pula Cerca realiza 4º Encontro de Aeromodelismo, em Estrela

Céu limpo de sábado foi um ingrediente a mais para incentivar voos e manobras dos aeromodelos

Créditos: Rita de Cássia
APAIXONADOS: evento reuniu mais de 50 aeromodelistas do Estado e de fora - Rita de Cássia

Estrela - O Clube Pula Cerca, de Estrela, promoveu, no fim de semana, o 4º Encontro de Aeromodelismo, em sua sede, na localidade de Chá da Índia (Costão). Em torno de 50 pilotos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná participaram com diversos tipos e modelos de aviões. Em especial, o céu azul do sábado foi perfeito para as manobras das pequenas grandes máquinas. Muitos voos e acrobacias com os mais diversos tamanhos de aeromodelos - inclusive jatos e aviões em escala - atraíram a curiosidade do público.

Conforme o presidente do clube anfitrião, Marcelo Lovato, a programação ocorre uma vez por ano com o objetivo de reunir os apaixonados pela prática. "Esse evento não visa a competição. É uma confraternização entre os clubes e uma forma de aproximar o público ao nosso hobby. Muitas pessoas não sabem que aqui em Estrela existe um clube", explica.

O presidente da Associação Caxiense de Aeromodelismo e tesoureiro da Federação Gáucha, Alex Kroll, comenta que os integrantes de cada grupo realizam seus voos em suas cidades, e de tempos em tempos, promovem encontros para reunir as famílias e os amigos.


Parece brinquedo, mas não é
Praticar o aeromodelismo requer primeiramente o treinamento com alguém experiente, pois vai do nível iniciante até os modelos a jato e voo esportivo - quando eleva-se o nível de dificuldade e de valor também. "O tempo médio para aprender a voar fica entre um a três meses, mas tem gente que em dois finais de semana já consegue voar sozinho. Precisa dedicação. O uso do simulador em casa, no computador, também ajuda", afirma o presidente do Clube Pula Cerca de Aeromodelismo, Marcelo Lovato. Quando a pessoa iniciar a prática, os ideal é procurar um clube e alguém que já pratica há mais tempo. "O aeromodelismo não é um brinquedo como muitos pensam. A nossa pista tem toda uma infraestrutura, segurança, respeita regras e é homologada pela Confederação Brasileira de Aeromodelismo (Cobra) e pela Federação Gaúcha de Aeromodelismo (Fegaer)", completa Lovato.

Comentários

VEJA TAMBÉM...