Variedades

Forte ligação traz Júlia Lemmertz para homenagem

Atriz estará, na noite de hoje (1°), no Teatro da Univates no 1° Festival de Cinema

Créditos: Carolina Schmidt

Lajeado - Com simpatia e alegria, a atriz Júlia Lemmertz fala com carinho da ligação que tem com o Rio Grande do Sul, Lajeado e região. Natural de Porto Alegre, ela já esteve na cidade, em Estrela e Arroio do Meio, para gravar o filme "Os Famosos e os Duedes da Morte" de Ismael Canepelle. Ela volta a marcar presença nas terras lajeadense, na noite de hoje (1°), para ser homenageada no 1° Festival de Cinema de Lajeado que ocorre no Teatro da Univates desde a quinta-feira (30). 

 


"Conheci pessoas muito queridas na cidade e fico muito feliz e honrada em ser homenageada. É muito bacana quando há esse impulso pela cultura e interesse pelo cinema na região. O evento é organizado por pessoas que pensam para frente e entendem do assunto ", destaca Júlia. 

 


O pai Lineu Dias, nasceu em Santana do Livramento; e, a mãe, Lílian Lemmertz, em Porto Alegre. Aos seis meses de idade, Júlia foi morar fora do Estado, pois os pais foram convidados para atuar em peça de Teatro em São Paulo. Desde cedo, seguiu os passos dos dois e estreou ainda na infância, ao lado da mãe no filme "As Amorosas". Traz o talento do pai e da mãe que já são falecidos e marcaram uma era nos trabalhos artísticos brasileiros.

 


O primeiro trabalho na televisão foi nos anos 1980 na novela "Os Adolescentes" exibida pela Rede Bandeirantes. A primeira aparição na Rede Globo foi na minissérie "Moinhos de Vento". Júlia também realizou trabalhos na extinta Rede Manchete. Ao longo de 36 anos de carreira, participou de mais de 15 peças de teatro, 30 filmes e em mais de 50 trabalhos na televisão que incluem novelas, minisséries e seriados. Entre as novelas estão: "Além do Tempo", "Em Família", "Guerra dos Sexos", Fina Estampa", "Araguaia", "Tudo Novo de Novo", "Alma Gêmea", "Celebridade", "O Beijo do Vampiro", "Andando nas Nuvens" e "Zazá". 

 


Em relação aos trabalhos recentes, em 2016, ela participou do espetáculo "A tragédia e a Comédia Latino-Americana" que marcou presença na Alemanha e também contou no elenco com Caco Ciocler, Caio Blat, Camila Márdila e Georgette Fadel. Para 2017, entre os trabalhos, está a participação na novela "Novo Mundo" às 18h na Rede Globo com direção artística de Vinícius Coimbra. As gravações da atriz começam em breve. 
Além de conhecer a Capital Gaúcha e demais cidades da região, a atriz também já visitou Gramado e Capão da Canoa que é um local que tem muito gosto. Para Júlia, são lugares especiais que guarda no coração. 

 


A artista define a arte, seu trabalho diário, como algo que o ser humano produz com criatividade vinda do coração. Para ela, as criações são acompanhadas dos sentimentos mais profundos do ser humano. "A arte é o teatro, o filme, um livro. É ela que faz a gente sonhar e interagir, é um ponto de inspiração para a vida. Eu respiro e vivo a arte que me ilumina e me faz ter vontade de evoluir. O que seríamos sem ela?"

 

Programação de hoje (1°)
8h45min até as 11h: Mostra Não-Competitiva (Projeto Exportando Belezas)
11h15min: Debate com Idealizadores
14: Passeio de Cedelinho 
18h até 19h30min: Sessão do Cinema de Rua com telão do Serviço Social do Comércio (Sesc) em frente à Univates
20h30min: Solenidade de Premiação dos filmes vencedores no Teatro da Univates com homenagens para a atriz Júlia Lemmertz e demais festivais de cinema do Rio Grande do Sul. Haverá a apresentação da Banda

Comments

SEE ALSO ...