Variedades

Gustavo Adolfo festeja 50 anos

Agenda de atividades marca a passagem das cinco décadas da escola, fundada em 5 de novembro de 1967

Créditos: Lucas George Wendt
- Lidiane Mallmann

Lajeado - Colégio Sinodal Gustavo Adolfo completa 50 anos e festeja com baile, neste sábado. Além disso, como forma de reviver parte dos 50 anos, quinta-feira, a escola realizou evento no Centro Comunitário Evangélico de Lajeado. Música, dança, teatro e canto foram apresentados pelos estudantes como forma de representar o desenvolvimento da escola e a história desde a década de 1960. A atividade aconteceu para alunos durante a manhã e, a partir das 19h30min, uma segunda sessão foi aberta para a comunidade.

Durante a noite, cerca de 140 alunos dividiram o palco. A escola realiza diversas ações comemorativas para celebrar o aniversário de cinco décadas. O diretor, Edson Wiethölter, enfatiza a responsabilidade de estar a frente de uma instituição que faz 50 anos.

Para Wiethölter, que dirige a escola há nove anos, os movimentos festivos são saudosistas e quando se olha para o passado é possível conhecer a escola em profundidade. Para ele, as ações desempenhadas no dia a dia tornam o colégio um local fértil. "Sonhos, intenções e movimentos são responsáveis pelo futuro da escola", diz. Entre os desafios que a escola se propõe, está o de fomentar habilidades e competências que sejam voltadas para o humano. Ele comenta que o Colégio Gustavo Adolfo sempre teve claro o seu papel na comunidade lajeadense, e que esse viés comunitário a tornou uma construção de muitas mãos, com muitos sonhos e muitas vidas envolvidas.

A programação e as novidades
O ingresso para o jantar baile social de aniversário é vendido por R$ 70. O evento terá a participação da Orquestra La Montanara.

Conforme Wiethölter, o objetivo é ter um público de até 400 pessoas no evento deste sábado. Até o dia 17 de novembro a escola sedia a Mostra de Trabalhos do Turno Integral. A exposição, além das cinco décadas de atividade, comemora os 500 anos da Reforma Protestante. A próxima ação na agenda do Gustavo Adolfo, programada para as 19h30min do dia 17, é um passeio ciclístico. Os interessados em participar têm duas formas de realizarem a inscrição: antes, no colégio, ou no dia.

Para as crianças, que poderão realizar um trajeto reduzido, também será oferecida a possibilidade de passear de Cedelinho por Lajeado. O percurso para os jovens e adultos tem duração de uma hora e, ao final, será realizado o sorteio de brindes. Estas não são as únicas novidades da escola. O diretor antecipa que em novembro ocorrerá a inauguração das novas portarias eletrônicas e dos laboratórios de ciências naturais da escola. Para o diretor, é os investimentos são presentes que a escola está entregando para a comunidade. O objetivo das novas portarias é oferecer mais segurança aos estudantes e às pessoas que circulam pela escola.

Conforme Wiethölter, os laboratórios de alto desempenho tem como principal função o desenvolvimento das habilidades de pesquisa e análise dos alunos. Os projetos novos da escola possuem investimento de cerca de R$ 500 mil.

50 anos de história
Em 1960 foram adquiridos os terrenos no, então, Bairro Piraí. Em outubro de 1965 as obras da escola foram iniciadas e, em abril de 1967, começou a funcionar a Escola Assistencial Piraí e o Centro Social Gustavo Adolfo. O nome foi dado em homenagem a Gustavo Adolfo, rei da Suécia, que fundou a Obra Gustavo Adolfo (OGA) com a intenção de beneficiar crianças necessitadas ao redor do mundo. Foi de ontem veio o dinheiro para a realização da construção. No início, a escola era voltada para o atendimento da classe operária do bairro sob a forma de creche. Junto à escola, as crianças recebiam atendimento médico e odontológico gratuitamente.

O Centro Social Gustavo Adolfo também era a sede de cursos de formação para jovens agricultores, com o objetivo de desenvolver a comunidade regional. O bairro cresceu e as mudanças sociais resultaram na necessidade da criação de uma escola de Ensino Fundamental e, posteriormente, o Ensino Médio. Assim, iniciou-se com a primeira série e, de forma gradativa, foi-se oferecendo a Educação Básica completa, da Educação Infantil até o final do Ensino Médio. Em 2017, o Colégio Gustavo Adolfo tem 612 alunos. A escola já formou 17 turmas de 3º ano.

Comentários

VEJA TAMBÉM...