Variedades

Mais de dez mil títulos à disposição no 16° Festival do Livro

Grande variedade de obras pode ser encontrada a partir de R$ 15

Créditos: Julian Kober
QUADRINHOS: João Camilo Mallmann, Artur Bohrer e Gabriel Becker, do 9º ano, são fãs das obras japonesas - Lidiane Mallmann

Lajeado - Conhecer novos mundos, revisitar clássicos, explorar fatos históricos, aprender receitas culinárias ou dicas de autoajuda. No 16º Festival do Livro do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo, os visitantes podem conferir mais de dez mil títulos dos mais variados gêneros. Nas bancas da Livraria Armazém e da Loja Wessel, é possível encontrar títulos a partir de R$ 15. E para as crianças, há revistas que custam R$ 1. 

Entre as promoções, há muitos best-sellers nacionais e internacionais que, em livrarias, podem chegar a R$ 50. Conforme o proprietário da Livraria Armazém, Sidnei Luís Wollmuth, o reforço nos títulos com desconto é uma forma de aumentar as vendas em tempos de recessão. "Com a contenção de despesas, as famílias se segauram para não gastar muito nas feiras. Mas, quando tu ofereces o desconto, elas conseguem levar de cinco a sete livros."

Para os livreiros, a expectativa é que a comercialização comece a aumentar gradativamente a partir do festival, que vai até a próxima sexta-feira. "Nos primeiros dias, as crianças e os pais vêm mais para olhar o acervo. Alguns chegam até a reservar. Com o passar dos dias, voltam para comprar mesmo", explica Sidnei. A Livraria Armazém participa do festival há mais de cinco anos. Nesta edição, trouxe mais de sete mil títulos, com muitos livros infanto-juvenis e histórias em quadrinhos para as crianças e romances e livros de história para os pais. 

Já a Loja Wessel participa do festival pela segunda vez. Tem acervo com mais de três mil livros e revistas, e espera vender mais de 500 até sexta-feira. Nas estandes, há uma grande variedades de gêneros, com best-sellers, especialmente obras adaptadas para o cinema, obras clássicas e livros de história. A vendedora Gabriela Silveira França explica que a loja aposta na diversificação para atrair leitores de todas as idades. "Apesar de ser um evento frequentado principalmente por estudantes, os pais gostam de visitar os estandes e comprar algo para eles."

Cartoons
Uma vez que o tema do 16º Festival do Livro é "Cartoons e as Leituras do Cotidiano", não faltam opções para quem busca histórias em quadrinhos ou coletâneas de charges. O acervo é diversificado, com encadernados de editoras como Marvel e DC, clássicos como Popeye e Disney, revistas da Turma da Mônica e os mangás japoneses.

Os amigos João Camilo Mallmann, Artur Bohrer e Gabriel Becker, do 9º ano do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo, são fãs dos quadrinhos feitos no Japão. Os favoritos do trio são Ataque dos Titãs, fenômeno no Japão que vendeu mais de 12 milhões de cópias em 2013, e Naruto, que existe há mais de 20 anos e continua sendo um sucesso entre crianças, adolescentes e adultos. Para os estudantes, os mangás, além de entreterem, trazem muitos ensinamentos. "A cada edição de Ataque dos Titãs, o personagem principal precisa aprender a superar os seus desafios. E isso nos ensina a lidar com os nossos problemas do cotidiano", afirma João. E para os livreiros, o interesse do público pelos cartoons refletem nas vendas. "Os quadrinhos são bastante procurados. Ele é um produto que vende bem pois além de barato atrai leitores de todas as idades", conta a vendedora da Loja Wessel, Gabriela Silveira França.

Febre dos youtubers

Entre os estudantes, os livros mais procurados no festival são os de youtubers. Os mais famosos são Luccas Neto, que lançou recentemente As Aventuras na Netoland, que traz histórias, jogos, pôsteres e cards, e o novo título de Felipe Neto, A Vida Por Trás das Câmeras, onde o artista narra histórias pessoais, seus sonhos, seus medos e a expectativa para o futuro. "É a febre do momento aqui no colégio. Eles saem bastante porque os youtubers sabem se comunicar com as crianças e os adolescentes", afirma Gabriela Silveira França, vendedora da Loja Wessel.

Saiba mais
O 16º Festival do Livro do Colégio Gustavo Adolfo é patrocinado pelo Sicredi, Univates e Movesco, com apoio da Imbrasil, Alivat, jornal O Informativo do Vale, governo do Estado, 3ª Coordenadoria Regional de Educação e RBS.

Comentários

VEJA TAMBÉM...