Variedades

Passeios na Colônia: uma manhã para apreciar as belezas de Westfália

Em 14 quilômetros de caminhada, participantes puderam desfrutar de belezas naturais e riquezas culturais


- divulgação

Westfália - Mesmo com o tempo instável, a manhã de domingo (23) foi propícia para uma atividade diferente em Westfália: o Passeios na Colônia - Caminhadas Rurais. Em 14 quilômetros pelo interior do Município, os caminhantes puderam apreciar riquezas culturais e uma natureza exuberante, de encher os olhos.

Vindos das cidades de Passo Fundo, Caxias do Sul, Lajeado, Estrela, Arroio do Meio e Marques de Souza, além de moradores do município anfitrião, os participantes foram recepcionados na Pizzaria Paissandu, em Linha Paissandu, pelo prefeito Otávio Landmeier. Na ocasião, eles participaram de um café colonial e tiveram uma pequena explicação  sobre a confecção do sapato de pau com o munícipe Evair Brune, neto de Arnoldo Brune (in memorian), que confeccionava os tamancos antigamente.

Os caminhantes partiram de Linha Paissandu pouco antes das 9h. Eles seguiram em direção a Linha Frank, onde conheceram a centenária Igreja Evangélica Sião. Depois, via Transcuba, eles se dirigiram até a Prefeitura de Westfália, onde chegaram por volta do meio-dia. Neste momento, eles foram recepcionados pela vice-prefeita Evanete Inez Horst Grave e pela Categoria Adulto do Grupo de Danças Folclóricas Alemãs Westfälische Tanzgruppe, que divulgou seu trabalho de preservação cultural por meio das danças com sapato de pau. Depois, os turistas participaram de almoço do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Querência Westfaliana.

No decorrer do trajeto, os caminhantes puderam se exercitar, curtir as belas paisagens naturais, apreciar a gastronomia local e conhecer a cultura westfaliana, bastante difundida por meio da dança, dos cantos e da fala (dialeto Sapato de Pau - Plattdüütsk). "Mostrar um pouco das belezas de Westfália para os caminhantes foi gratificante. Apesar do tempo instável, penso que o objetivo foi alcançado: unir a prática de exercício físico e a apreciação de belezas naturais, bem como da nossa cultura, que hoje é tão bem preservada", avaliou a secretária de Educação, Cultura, Turismo e Desporto, Elisangela Schneider Wiethölter.

O Passeios na Colônia - Caminhadas Rurais - tem a parceria da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales). Nesta edição, contou com o apoio da Administração Municipal de Westfália, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Turismo e Desporto.

"Gostamos de conhecer lugares e pessoas novas"

Rafael Francisco Madalosso é de Caxias do Sul e participou do Passeios na Colônia - Caminhadas Rurais - acompanhado da namorada Joceli Villoz. Há quatro anos ele participa de diversas atividades que envolvam aventura. "Adoramos o pessoal, a recepção, o café, o almoço, a caminhada pela cidade, a ciclovia, a paisagem, as estradas e a dança com o sapato de pau. A organização estava perfeita", disse ele, observando que, numa próxima oportunidade, quer conhecer o interior da centenária Igreja Evangélica Sião, de Linha Frank.

Madalosso já conhecia Westfália de passagem. "Gostamos de conhecer lugares e pessoas novas. Estava tudo muito bom e muito bem organizado. Parabéns aos envolvidos", parabenizou Rafael, acrescentando que, mesmo com chuva, foi uma boa caminhada de 14 quilômetros, que proporcionou paisagens naturais exuberantes.

Passeios na Colônia - Caminhadas Rurais

O roteiro do Passeios na Colônia - Caminhadas Rurais - contempla uma comunidade diferente a cada edição. Além de conhecer a localidade po meio da caminhada, o participante é convidado a experimentar a gastronomia local e a cultura, demonstrada através da arquitetura, dos cantos e das danças, que recepcionam os participantes de forma simpática e aconchegante.

Comentários

VEJA TAMBÉM...