Geral

Hospital de Muçum passa por mudanças em sua organização administrativa

André Marcon assumiu a direção geral da instituição


- Luis Gustavo Bettinelli/Divulgação

MUÇUM | A Associação Beneficente de Muçum (ABM) e a Administração Municipal, principal fonte de recursos do Hospital Nossa Senhora Aparecida, estiveram nos primeiros meses reunidos para tratar acerca de melhorias que envolvem o atendimento da entidade de saúde. Os encontros levaram entidade e Poder Público a decidirem por mudanças na diretoria do hospital. No dia 1º, assumiu a direção geral do hospital, André Marcon. A médica Caroline Chiarelli passou a fazer parte do corpo clínico, como diretora técnica.

As modificações ocorrem com o objetivo de dar mais suporte e qualificar o atendimento à população. Acontecem em um momento em que, apesar das dificuldades impostas pela pandemia, em razão da proliferação da Covid-19, o hospital passa por um processo de investimentos em sua estrutura física, como a reforma dos quartos e a obra de edificação e modernização da Ala Geriátrica. "Assumimos com uma grande demanda, cientes de que vários processos precisam ser aperfeiçoados, mas contamos com a paciência e colaboração da população, para que tudo aquilo que planejamos seja tirado do papel", destaca Marcon.

Presencial

A entidade possui convênio, além de Muçum, com os municípios de Vespasiano Corrêa e Roca Sales, além de parceria com os planos de saúde da Unimed e IPE. Atualmente, o hospital conta com quatro médicos, que prestam serviço somente através do sistema de sobreaviso, por falta de disponibilidade para o atendimento presencial. "Embora tenhamos esse obstáculo, pedimos que a população confie na equipe de enfermagem, que é de qualidade e apta para dar apoio clínico com agilidade e precisão. Temos barreiras a serem vencidas, mas estamos à disposição da população para esclarecimentos acerca dos trabalhos da entidade. Fazemos questão de receber feedbacks frequentes, para que a otimização dos serviços prestados seja constante", pontua.

Comments