Geral

Em Muçum, vacinação em idosos de 64 e 65 anos será no Ginásio de Esportes

Secretaria de Saúde estima imunizar 110 pessoas no sábado


Conforme divulgação, mais de mil pessoas já receberam a vacina - Luís Gustavo Bettinelli/divulgação

MUÇUM | A Secretaria Municipal da Saúde de Muçum realiza no próximo sábado, dia 10, no Ginásio Municipal de Esportes, a vacinação contra a Covid-19 em idosos de 64 e 65 anos. A expectativa é vacinar 110 idosos com a primeira dose da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan. Das 7h30min às 9h30min recebem a vacina os idosos de 65 anos. Após, das 9h30min às 11h30min, é a vez dos de 64 anos. A secretaria pede que os pertencentes a estes grupos compareçam munidos do CPF e o Cartão SUS. É pedido ainda que os contemplados levem 1 quilo de alimento não perecível, para doação às famílias carentes do município, conforme Cadastro Único.

A secretária Municipal da Saúde, Jayana Zanuzo, explica que o local amplo, um ginásio, facilita a organização e a adoção de medidas de prevenção, como o distanciamento social e o controle do fluxo de pessoas. "Teremos até cinco vacinadoras, que aplicarão as doses ao mesmo tempo e com auxílio da equipe de saúde do município. Desta forma, vamos orientar os idosos, evitando filas, agilizanAtudo o processo de vacinação e controlando o respeito às medidas de prevenção, como aplicação do álcool em gel e uso de máscara", descreve.

70 anos

Os idosos acima dos 70 anos, que receberam a primeira dose da Coronavac há mais de 28 dias, recebem durante esta semana a segunda dose da vacina. O processo ocorre em domicílio, com visita das profissionais de saúde e apoio das agentes comunitárias de saúde. "No caso dos idosos de 64 e 65 anos, o número de pessoas é maior. Nessa faixa etária, muitos ainda trabalham, o que traria dificuldades de se concluir o cronograma em domicílio. Por isso optamos pelo ginásio, um local que, além do espaço, garante segurança aos vacinados", pontua.

Para Jayana, as etapas da vacinação que ocorrem na casa dos idosos trazem comodidade, não necessitando deslocamento até o posto de saúde e o enfrentamento de filas por longos períodos. Conforme a secretária, por meio deste modelo, obteve-se praticamente 100% de adesão à vacina. "Há ainda os casos dos residentes no interior, número significativo no município, em que grande parte reside sozinho ou é dependente de terceiros, tendo dificuldade em acessar a vacinação. Pela comodidade aos usuários de saúde, gostaríamos que todas as etapas fossem concluídas na residência de cada um. No entanto, existem fatores que impossibilitam", expõe.

Conforme o vacinômetro, divulgado pela Prefeitura de Muçum na terça-feira, o município já aplicou a primeira dose em 1066 pessoas e a segunda dose em 247, beneficiando idosos e profissionais de saúde e segurança.

Comments