Colunistas

A vida é como uma montanha russa


Em 2019, conheci a famosa Las Vegas, nos Estados Unidos. A região de Vegas possui, hoje, aproximadamente 1,8 milhões de habitantes e recebe aproximadamente 42 milhões de turistas por ano. Localizada em um dos desertos mais quentes do mundo, que é o deserto de Mojave, a região se tornou um paraíso do entretenimento para adultos.

É importante destacar que, em 1930, Las Vegas possuía aproximadamente 8 mil habitantes e, para amenizar o sofrimento da economia local em meio a grande crise de 1929, o Estado de Nevada flexibilizou leis sobre jogos e consumo de bebidas, com o objetivo de atrair funcionários de uma grande obra que acontecia há alguns quilômetros dali. Essa mudança transformou a região e a economia local.

Com seus luxuosos hotéis e cassinos, Las Vegas possui inúmeras atrações, entre elas uma linda montanha russa localizada no Hotel New York. Lá, tivemos uma experiência que, por analogia, representa alguns aspectos importantes em nossas vidas. Tanto na montanha russa quanto em nossas vidas, temos que ter paciência e escolher bem as companhias que queremos para a jornada.

Esperamos um tempo para podermos andar no primeiro carrinho, eu e minha esposa, deixando alguns mais apressados passar na nossa frente. Na vida e na montanha russa, a subida exige concentração e esforço. Muitos recomendam não olhar para trás. O ponto mais alto é o que proporciona a melhor vista, porém, assim como em nossas vidas, pode durar pouco tempo. Ficar de olhos abertos e atentos o tempo todo para termos consciência do que está acontecendo, sem permitir que, em momentos de medo, os olhos fechados nos impeçam de desfrutar do melhor. Enxergar a próxima curva faz com que estejamos preparados para um possível solavanco, assim como podemos desfrutar do vento no rosto e da sensação de liberdade.

Apesar do risco e da adrenalina, é importante saber que estamos seguros e presos ao cinto de segurança, e que tudo já foi amplamente pensado e testado previamente. Saber que a vida é feita de decisões e que, depois que entramos, não podemos saltar até chegarmos ao fim. É fundamental consultar quem sabe das coisas, pois as decisões tendem a ser as melhores e os resultados são garantidos, evitando possíveis arrependimentos (tínhamos conosco uma pessoa que já havia andado naquela montanha russa). Depois que tudo passa, fica a sensação de ter vivido algo ímpar, mas o que levamos para sempre são as nossas memórias. Enfim, a vida é feita de picos e vales, da mesma forma que uma montanha russa. Pense sobre isso e desfrute do melhor que a vida pode proporcionar. Forte abraço e até a vitória, sempre. (IG:@gustavobozetti)


Gustavo Bozetti

Comments