Variedades

Espetáculo ilustra conduta humana diante da pandemia

Apresentação da Cia de Dança Jovem Jefferson Brandão será exibida amanhã, no YouTube


Integrantes do espetáculo - Katrine Silveira/Divulgação

TAQUARI | As alternativas, especialmente ligadas às transmissões virtuais, estão sendo exploradas por artistas durante o período da pandemia para fomentar a cultura e, também, apresentar sua arte. Através de projeto viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc, a Cia de Dança Jovem Jefferson Brandão vai apresentar o espetáculo de vídeo dança Pandêmico. A exibição ocorrerá amanhã, às 20h, no canal do YouTube da companhia taquariense.

"Pensamos em propor um espetáculo, através de diferentes linguagens da dança, de forma híbrida, que propõe uma analogia a respeito do comportamento humano diante da pandemia, suas fragilidades e sentimentos", conta Jefferson Brandão (31), diretor e coreógrafo do espetáculo, que terá cerca de 50 minutos de duração.

Produção

Mais de 20 profissionais foram mobilizados na produção, sendo nove artistas - sete bailarinas com idades de 15 a 18 anos - e uma equipe de retaguarda, composta pelos serviços de técnica, vídeo, marketing, costureira, iluminação e sonorização. "A produção foi um processo desafiador, pois acima de tudo prezamos pela segurança de todos os envolvidos. Os ensaios e gravações aconteceram no período de bandeira vermelha o que possibilitou os encontros presenciais", diz Brandão.

Da concepção coreográfica, definição de trilha sonora, confecção de figurinos e ensaios, a obra levou nove semanas para ser desenvolvida.

Motivação

A obra foi motivada pelo momento de contraste entre a incerteza e esperança. "Vivemos um período de incertezas e angústias, mas, também, de muita esperança em dias melhores. Com este cenário, a arte se faz cada vez mais presente na vida de cada um, seja através de músicas, filmes, séries e outros hobbies artísticos, que foram descobertos ou retomados durante o período de isolamento social", argumenta Brandão.

Graduado em dança pela Uergs, conta que o espetáculo representa o princípio de um projeto de profissionalização de jovens dançarinas de Taquari. "Pandêmico foi o ponto de partida para a criação da Cia de Dança Jovem Jefferson Brandão, que visa a profissionalização de bailarinas, com objetivo de impulsionar o cenário local da dança e motivar os jovens de nossa cidade a seguir pelo caminho artístico".



A companhia

Em atividade há 11 anos em Taquari, a Cia de Arte Jefferson Brandão objetiva proporcionar aos alunos, a partir de dois anos de idade, o contato direto com a dança, com estilos e ritmos diversificados. Ao longo de sua trajetória, já realizou turnês internacionais e recebeu premiações em conceituados festivais de dança.

Durante maior período da pandemia, cumprindo os decretos sanitários, esteve de portas fechadas e atuando com aulas remotas e, posteriormente, no modelo híbrido. Mais informações sobre a companhia podem ser obtidas pelo (51) 99818-3863.

Comments